Em 5 de fevereiro de 2020, o maior desastre de avião em Istambul em 19 anos ocorreu quando um avião de passageiros da Turkish Airlines caiu enquanto tentava pousar no Aeroporto Internacional Sabiha Gökçen. O voo TK-2193 vinha de Izmir e tinha a bordo 177 passageiros e 6 tripulantes. Infelizmente, 3 pessoas perderam a vida e outras 179 ficaram feridas.

As autoridades de aviação iniciaram imediatamente uma investigação para descobrir as causas do acidente. Os primeiros relatórios indicaram que a aeronave, um Boeing 737-800, teve problemas ao aterrar e derrapou na pista antes de escorregar em um barranco e se dividir em três partes. Os passageiros que sobreviveram tiveram que deixar o avião pela asa esquerda em chamas e foram rapidamente evacuados para os hospitais próximos.

Nos dias e semanas seguintes, equipes de investigação de diferentes países foram enviadas para ajudar nas investigações. A Turkish Airlines, o fabricante do avião Boeing, a Autoridade de Aviação Civil de Istambul e outros órgãos de regulação trabalharam juntos para examinar as causas do acidente. Uma das hipóteses consideradas foi que o clima pode ter sido um fator contribuinte, já que naquele dia as condições meteorológicas eram adversas. Mas relatórios posteriores mostraram que o piloto havia feito uma tentativa de pousar antes de abortar e tentar novamente. A velocidade do avião também foi questionada, já que testemunhas relataram que a aeronave estava em alta velocidade durante a aterrissagem.

O ponto-chave da investigação reside na análise da caixa preta do avião e na revisão dos procedimentos de segurança da Turkish Airlines. A companhia aérea estava sujeita a críticas anteriores por deficiências em seus protocolos de segurança. Portanto, as autoridades de aviação estão verificando se todos os procedimentos foram seguidos adequadamente antes do voo e se havia algum problema com o avião ou a tripulação.

O acidente de Istambul causou uma onda de tristeza em todo o mundo, com muitos países enviando suas condolências à Turquia. Também destacou a importância da segurança aérea e ressaltou a necessidade de melhorias contínuas nesse campo. As autoridades de aviação em todo o mundo estão reavaliando seus protocolos e procedimentos de segurança para garantir que tragédias como essa não ocorram novamente.

Em conclusão, o desastre de avião em Istambul em 2020 foi um trágico evento que afetou muitas pessoas em todo o mundo. Embora as investigações estejam em andamento, é importante ressaltar a necessidade de garantir a segurança aérea para todos os passageiros e tripulantes. Esperamos que os resultados da investigação ajudem a identificar as causas do acidente e possam levar a melhorias no campo da segurança aérea.