Eu sou um grande fã de animações, especialmente de Meu Malvado Favorito. Então, quando soube que o terceiro filme da série estava chegando, fiquei muito ansioso. E, como esperado, Meu Malvado Favorito 3 não me decepcionou.

A animação conta a história de Gru, agora casado com Lucy e tentando se adaptar à vida como pai de três filhas. Porém, ele logo descobre que tem um irmão gêmeo há muito tempo perdido chamado Dru. Dru, muito diferente dele, pede ajuda para realizar um grande roubo, se aproveitando do passado de vilão de Gru. Mas, ao mesmo tempo, eles têm que lidar com o vilão dos anos 80, Balthazar Bratt, um ex-astro de TV que busca vingança.

A adição de Balthazar à trama foi excelente, e o personagem foi muito bem desenvolvido. Sua personalidade exagerada e suas referências culturais dos anos 80 são um verdadeiro sucesso. E sua trilha sonora, que incluiu canções de Michael Jackson, Madonna e A-Ha, ainda trouxe mais nostalgia para o filme.

Mas, sem dúvida, uma das maiores surpresas do filme foi a música original Yo Contigo, Tú Conmigo. A canção, com uma batida animada e um refrão contagiante, é uma mistura de pop latino e reggaeton, e garante um momento muito divertido no filme. Pharrell Williams, que já havia trabalhado na trilha sonora das duas primeiras animações, trouxe ainda mais talento para Meu Malvado Favorito 3 com essa música.

O enredo, apesar de não ser muito inovador, ainda tem momentos muito engraçados e emocionantes. E, como sempre, as cenas dos minions são um verdadeiro destaque à parte. Eles se aventuram pelo mundo em busca de Gru, e acabam encontrando uma nova líder, que os fazem questionar se devem continuar servindo ao mal.

Meu Malvado Favorito 3 é um filme que certamente agradará a todos os fãs da série. E, mesmo quem não conhece as histórias anteriores, pode se aventurar nessa história e curtir uma experiência divertida e inesperada. A animação tem tudo para agradar aos fãs de música, com pop latino contagiante e uma canção original maravilhosa de Pharrell Williams.